ALGUNS TENTARAM DIVULGAR A VERDADE E FORAM SILENCIADOS.NÓS CHEGAMOS DISPOSTOS A DENUNCIAR, SEM MEDO,O NEPOTISMO,O TRÁFICO DE INFLUÊNCIAS, O MERCENARISMO E O TERRORISMO CORRUPTO QUE A COMUNICAÇÃO SOCIAL, EM ESPECIAL A DESPORTIVA, NÃO TEM A CORAGEM DE ASSUMIR.

DIVULGA www.pulpuscorruptus.blogspot.com EM PROL DA VERDADE E COMBATE À CORRUPÇÃO!

E-Mail: pulpuscorruptus69@gmail.com

sábado, 11 de novembro de 2017

(Siga a Dança) A MÁFIA DA PALERMO PORTUGUESA (203)

A Polícia do Porto
Apenas uma semana depois de o processo Apito Dourado ter feito as primeiras detenções, a PG República mandou arquivar um inquérito provocado pelas declarações do presidente do Boavista, João Loureiro, que denunciavam uma situação de alegada corrupção desportiva antes deum jogoda sua equipa com o Marítimo. Mais estranho é o facto de ter desaparecido um inquérito em que João Loureiro diz ter sido ouvido pela PJ de Lisboa. João Loureiro prometia apresentar queixa à PJ por presumível corrupção na arbitragem falando de um encontro de dirigentes do FCPorto e 2 árbitros na véspera do Boavista-Marítimo.

As mesmas fontes não escondem a surpresa pelo facto de depoimentos prestrados por JL à PJ de Lisboa terem desaparecido. E mencionam o facto de os investigadores que denunciaram a inexistência desses depoimentos seremagentes que estavam debaixo da alçada da direcção da PJ do Porto!! Que foi afastada por Adelino Salvado pouco tempo despois de estalar o Apito Dourado.

As declarações de JL reportam-se a um misterioso episódio relatado por alguém que vira os árbitros Bruno Paixão e Paulo Paraty entrarem para um hotel de Lisboa onde pouco depois chegaram dirigentes do FCPorto, entre eles o “braço direito” de PC, Reinaldo Teles. Segundo esse mesmo relato, PC já se encontraria nesse mesmo hotel, de onde algumas horas depois Paulo Paraty sairia com uma mala na mão.

Esse encontro ocorrera na véspera do Boavista-Marítimo, dirigido por Bruno Paixão, e de cuja arbitragem JL se viria a queixar, quando a sua equipa foi fortemente prejudicada.

Pinto da Costa avisado
Pinto da Costa foi avisado de véspera por um alto responsável da PJ do Porto de que seria detido e alvo de busca domiciliária no âmbito do processo “Apito Dourado” em 2 Dezembro de 2004. Tal aviso “frustrou a estratégia de investigação por ter sido o único suspeito a não ser surpreendido pela PJ”. A situação causou um “profundo mal-estar” na PJ do Porto e levou essem emsm oelemento a antecipar a sua aposentação da PJ. “Sentimo-nos traídos num caso tão delicado em que se jogava a imagem da instituição”, disse um inspector.

Os investigadores nem queriam acreditar quando souberam que a fuga partira de dentro a PJ ao mais alto nível, O director da Pj do Porto, Juiz (outro juiz) Ataíde das Neves, nunca desencadeou qualquer procedimento disciplinar contra o elmento que “havia traído a PJ”, tendo a Directoria do Porto optado por “abafar o caso”.

A quebra do sigilo, que “violou uma regra sagrada dentro da PJ”, desagradou aos magistrados do Tribunal de Gondomar. “O factor surpresa já estava perdido com a quebra do segredo ao mais alto nível dentro da PJ. Foi um golo na própria baliza da PJ. Foi o princípio do fim de uma investigação criminal que podia ir ao cerne das principais equipas portuguesas”. 

PC deslocou-se ao Tribunal de Gondomar acompanhada de vários amigos e assessores e teve direito a serviço de catering pelos SuperDragões.
A juíza Cláudia Nogueira receava uma invasão do Tribunal pelo que adiou por 4 dias o interrogatório. Ao ser ouvido 5 dias depois, PC tinha preparado muito bem a sua defesa. “Já sabia quais os eventuais crimes que lhe seriam imputados”, relacionados com o Jogo Amadora-FCPorto e Jacinto Paixão, José Chilrito e Manuel Quadrado assim como Antonio Araújo.

“Mas PC sabia de tudo tendo-se ausentado da sua vivenda de Gaia. PC fez tudo quanto quis duranteo o processo “Apito Dourado””, observou um fonte da PJ. A mesma fonte responsabiliza 

A QUADRILHA
O inquérito Governamental às acusações de práticas violentas pelo Futebol Clube do Porto já apurou as primeiras conclusões. Uma rede unindo polícias e marginais tem sido responsável pela segurança de Pinto da Costa e pelas agressões e intimidações a árbitros, jogadores e dirigentes desportivos rivais.

José Pinto Branquinho, comissário da PSP e responsável pela 1ª Esquadra da Baixa do Porto, é um dos principais visados no inquérito que já decorre  através do MAI para apurar os responsáveis pelas cenas de violência no FCPorto-Benfica.

Os subintendentes Paulo Ribeiro e Delfim Passos também estão na mira dos inquiridores, por terem “abafado” graves situações provocadas por desordeiros pertencentes àquele corpo policial em situações anteriores, bem conhecidos dos adeptos do futebol. O comissário é o principal visado. São conhecidas as suas anteriores ligações  a Alfredo da Silva Teixeira e António Bernardino Pinto, dois marginais presos o ano passado por posse de heroina por quem se fazia acompanhar muitas vezes para prestar protecção a Pinto da Costa e a alguns dirigentos do FCPorto.

Os dois indivíduos em causa foram apanhados em flagrante delito na portagem dos Carvalhos em Gaia, na posse de 600 gramas de heroína e acompanhados pelo comerciante e chefe da rede, Fernando Ferreira. Existem fortes suspeitas que este grupo é liderado pelo comissário da Baixa do Porto e envolve Alfredo Teixeira e Ribeiro Pinto, assim como Abel Gomes, Damião Monteiro, Abílio Costa, Virgílio Marques e um guarda de nome Correia. Pinto está preso em Guimarães e Teixeira conseguiu prisão domiciliária, mas as más companhias parece estarem a comprometer o comissário Branquinho.

Os dois primeiros elementos da segurança Portista estão detidos. Damião Monteiro foi expulso da PSP por alegadas ligações a uma rede de prostituição. Abílio Costa, ex-subchefe da mesma corporação, foi também «corrido» da policia por se apoderar de objectos furtados, vendendo-os posteriormente. Virgílio Marques conhecido por «Maradona» é porteiro da "Teia" na Rua de Santa Catarina e assíduo acompanhante da Direção Portista - ainda recentemente esteve com os dirigentes do F.C.P no estádio de Alvalade, no jogo frente ao Sporting, onde pôde ser visto na tv quando alguns dirigentes prestavam declarações à Comunicação Social.

Quanto ao guarda Correia segundo as nossas fontes, «é ele quem distribui as UZZI ao grupo que protege o Clã Portista» O guarda Correia gozara da protecção do Comissário Branquinho e dos subintendentes Paulo Ribeiro e Delfim Passos.

As pequenas metralhadoras são fornecidas ao grupo todas as 6ªs feiras antes do jogos considerados importantes, ficando na posse dos citados indivíduos durante todo o fim de semana, seguindo com eles nas suas deslocações aos mais variados estádios do país, mesmo nas deslocações de avião. Recorde-se que já não é a primeira vez que porteiros dos vários campos de futebol têm referido sofrido intimidações com esse tipo de armas por acompanhantes não identificados dos dirigentes do FCPorto.

No Restelo, o ano passado, um porteiro do Belenenses disse-se ameaçado por um indivíduo que possuia uma arma dessas tendo-se já falado no nome do guarda Abel Gomes. Mesmo no desenrolar de algumas modalidades como o andebol e o basquetebol, já se registaram intimidações e agressões embora não tenham tido a divulgação de cenas semelhantes no futebol.

O Académico de Braga (andebol), o Sporting (hóquei) e o Benfica (basquetebol) foram os mais sacrificados. Ainda há cerca de um mês no pavilhão do Académico de Braga no final do jogo de andebol entre o clube local e o Porto, ganho pelo primeiro, se verificaram violentos confrontos com elementos da “segurança” portista o mesmo sucedendo no pavilhão das Antas quando o Benfica se sagrou campeão nacional de basquetebol. Em ambos os casos houve feridos.

A juntar a todos estes personagens, surgem entãoo conhecido Abel Gomes, o motorista Araújo, da PSP, e Jorge Luis Batista Cardoso, assaltante com cadastro e consumidor de droga. Segundo as contas dos inquiridores, Branquinho terá perto de 30 homens, “prontos para o que der e vier e que têm demonstrado ultimamente uma atitude tão agressiva quanto capaz de provocar uma verdadeira tragédia”.

Mas dentro da PSP já há reclamações. O subchefe Filipe Nogueira Gomes acusa Abel Gomes de agressão a superior quando“dificultou a minha acção junto de outros idniviíduos (suspeitos) afgarrando-me e desferindo-me uma forte cabeçada no maxilar inferior”. Mesmo assim Abel não foi suspenso. Continua a actividade como se nada se tivesse passado, perante a indignação de alguns dos seus colegas.

«NÃO É SOMENTE HIPÓCRITA, É TAMBÉM MENTIROSO»
O lagarto e criminoso PPC, que não é flor que cheire, não poupa o drogado Linhas Brancas com algumas verdades.
Antigo vice-presidente do Sporting, Paulo Pereira Cristóvão reagiu às mais recentes acusações de Bruno de Carvalho, ripostando com várias críticas ao líder leonino.

«Bruno Miguel (assim se refere Pereira Cristovão a Bruno de Carvalho) não é somente hipócrita, Bruno Miguel é também mentiroso», pode ler-se num comunicado, no qual se reage às acu8sações feitas pelo presidente do Sporting na última Assembleia Geral do clube.

Pereira Cristóvão aponta, depois, várias críticas a Bruno de Carvalho, apontando os seguintes pontos:

«1.º Ninguém pediu a sua suspensão. O que se pede ao Conselho Fiscal é que este actue disciplinarmente sobre o sócio Bruno Miguel Azevedo porquanto contra ele correrem, pelo menos, dois processos-crime (que foram devidamente identificados) pela prática em abstracto de dois crimes de difamação agravada, um crime de devassa da vida privada por meio informático e um crime de incitamento à prática de crime, ilícitos estes praticados contra sócios do Sporting Clube de Portugal e em exercício de funções de presidente por parte de Bruno Miguel Azevedo. 

No seu monólogo omitiu este “pormenor” aos sócios e fê-lo de forma voluntária por forma a que a sua encenada vitimização corresse bem. 

2.º Na mesma carta, que aliás está à disposição de todos aqueles que a quiserem ler, foram esmiuçados actos praticados pelo ainda presidente, julgados e condenados nas instâncias desportivas e que terão necessariamente que obter consequências disciplinares internas sob pela daquele Conselho Fiscal passar a imagem de que não será mais que um órgão fantoche nas mãos do funcionário que ocupa a cadeira da presidência. 

3.º Não deixa de ser estranho que uma carta recebida na sexta-feira pelo órgão fiscalizador do Clube, acabe de imediato nas mãos do fiscalizado sem mais. Isto indicia que provavelmente os Sporting actual esteja simplesmente sem entidade que o fiscalize de facto. 

4.º Falou Bruno Miguel sobre um processo disciplinar que estaria a correr contra mim. Mais uma vez omitiu aos sócios que o tal processo que fala não existe e não existe porque, conforme foi em tempo divulgado, azevedo, o presidente do conselho fiscal e o advogado sócio do benfica contratado e pago pelo Sporting, foram incompetentes ao deixarem expirar prazos que são prazos de lei e não prorrogáveis, não podendo ao fim de cinco anos querer fazer procedimentos disciplinares que em 2012 tinham 90 dias para serem encetados. 

Por isto, não há qualquer processo e se porventura este Conselho Fiscal promíscuo com Bruno Miguel, lhe quiser fazer a vontade de tentar eliminar as vozes que não se submetem, então será altura de pessoalmente responderem nos tribunais civis e se necessário for, será nestes tribunais que esse CF será dissolvido. 

5.º O que se refere igualmente naquela exposição é que o Bruno Miguel com tanta suspensão que tem vindo a acumular, neste momento é um presidente em suspenso. Isto é factual. 

O que Bruno Miguel deveria falar e não fala e a AG do Clube era o local apropriado para o fazer, mas que, mais tarde ou mais cedo terá que responder aos sócios, são assuntos tão simples e ao mesmo tempo tão complicados como:

• Existe ou benefício pessoal quando a sua actual mulher, após casamento, vê o seu ordenado aumentado várias vezes para ir para uma função que não existia, coadjuvada por um grupo de amigas na certeza de que ninguém sabe de facto o que elas fazem? 
E quanto custa ao Sporting anualmente este upgrade na sua vida? 

• É ou não verdade que quando esta promoção ocorreu, convocou todos os funcionários do Clube para o auditório para ali mesmo os informar da “nova ordem” e lhes mostrar que o “respeitinho” devido à sua nova 1.ª Dama “era muito bonito”? 

• A tal transparência tantas vezes apregoada não obrigava a que mostrasse aos sócios quanto vai ganhar a sua mulher e as amigas e, detalhadamente, explicasse o que são as tais funções no departamento que literalmente ninguém sabe o que faz? 

• É ou não verdade que num jogo de “casa cheia” como o Sporting-Barcelona, deu instruções para serem entregues 90 (noventa) bilhetes à sua mulher? Se sim, a pretexto de quê? Foram pagos esses ingressos? 

• É ou não verdade que usa meios de transporte e motoristas do Clube para transporte de familiares seus como se os carros e os funcionários fossem sua propriedade? 

• É ou não verdade que, apesar da gestão de excelência de quem antes deste emprego não tinha nenhum, o Clube precisa urgentemente de investidores externos sob pena de entrar em falência técnica? 

• A propósito de quê no ano passado ele próprio e mais três administradores receberam cerca de 40.000 euros cada um como prémio de desempenho? Que objectivos atingidos justificaram isso? 

• O que é que se passou com a comitiva do Barcelona no almoço pré-jogo? 

• Quem pagou as viagens da sua ex-mulher, filha, então namorada e actual mulher que foram amplamente vistas e difundidas? 

• Quem paga os milhares e milhares de euros em multas que Bruno Miguel Azevedo tem sido condenado por actos que ocorreram por sua decisão pessoal e unicamente pessoal? O Sporting ou ele mesmo? 

Estas e muitas outras dúvidas que os sportinguistas insubmissos têm é que deveriam ser devidamente esclarecidas. Mas sê-lo-ão seja em que instância for. 
De resto e como dizia o tio avô do Bruno Miguel: “É só fumaça”. 

Neste caso, adiantamos nós, fumaça lançada pelo seu sobrinho-neto como forma de distrair os sportinguistas do que vai acontecendo. 

Mas não nos deixaremos distrair e muito menos esquecemos todos os actos praticados assim como as omissões de quem tem por missão fiscalizar os actos da Direccão. »

Sporting Clube de Carvalho
O perigoso culto da personalidade que é cultivado por uma franja de novos sportinguistas vai descansar num desencanto só equivalente à queda do III Reich. 
Mandar fazer cachecóis a idolatrar um ex-assentador de parquet flutuante que se arvore em salvador da pátria é sinal de que a inteligência não anda em abundância por ali. 

A história já ensinou que os ditadores usam 4 técnicas para se perpetuarem no poder: 
1. Para impor seus argumentos, eles aproveitam-se do cansaço dos demais com o passado. 
2. Para manter o controle absoluto, os ditadores costumam ter um “mão direita” que não ficará muito tempo ao seu lado. Isso se deve-se ao facto de que, ainda que seja vantajoso ter um aliado incondicional, a sua ambição poderia se tornar uma ameaça. Assim, para permanecerem como líderes em seus grupos, ditadores tinham aliados próximos, mas nunca lhes revelavam seus segredos mais importantes. 
3. Fazem com que os demais os vejam como superiores e charmosos. Os ditadores mais terríveis da história tinham a intenção de que não fossem vistos como tal, pois isso poderia ser a semente de uma rebelião. Para evitar tal imagem, muitos criaram uma espécie de culto à sua personalidade e habilidades. 
4. Eles dizem às pessoas o que elas querem ouvir. Um clássico truque dos ditadores para conseguir com que os demais os seguissem era dizer a eles exactamente o que eles queriam ouvir usando frases curtas e slogans contagiosos. Usavam a sua voz para provocar emoções e intercalavam-na com silêncios utilizados estrategicamente para convencê-los de que o que diziam era exactamente o que acreditavam. Prometiam soluções fáceis para problemas complexos e sempre creditavam a culpa das desgraças que assolavam o país a terceiros. 
Agora meus amigos, isto "diz-vos" alguma coisa???

Lavagem de Dinheiro lagarto
A Buttonpath era detida em 2013, pela sociedade Bedford Nominees (UK) Limited. Em 2015 passou a ser detida pela Ecclestarn Limited.
Por sua vez, a sociedade Bedford Nominees (UK) Limited era detida pela sociedade Jordans Trust Company Limited. Por sua vez, a sociedade Jordans Trust Company Limited, (que se chamava anteriormente Jordans International Limited), era detida pela sociedade The West Of England Trust Limited.
Esta última é uma sociedade que detinha 198 accionistas.
Mas o que verdadeiramente interessa é a Ecclestarn Limited. E aí, podemos constatar que o accionista da mesma é o Sr. Ayomide Otubanjo.

No processo da fraude fiscal de Lionel Messi, pode ler-se na acusação do procurador espanhol, que uma companhia inglesa chamada Sidefloor Limited, tem somente um accionista e um director - Mr. Ayomide Otubanjo e um secretário nomeado pela Companhia Jordan Cosec Limited, que é uma empresa que presta serviços de optimização fiscal.
O procurador espanhol sustenta que o proprietário desta companhia corresponde à Bedford Nominees (UK) Limited, que é detida pela Jordans Trust Company Limited, que por sua vez é detida pela West Of England Trust Limited.

Todas estas empresas prestam serviços de gestão fiduciária. Por outro lado, a Global Witness já revelou que existem ligações com a lavagem de dinheiro na Ásia. Situação até agora não provada.

GOLPADAS Corruptas
Há há uns tempos ouvi um ex-homem de Ferreira Torres do Marco, amigo de PC, de Valentim, do padre de Braga e de outros terroristas (democratas de longa data) que tomaram de assalto o norte, acima do Douro, através do futebol; contava o cujo, em directo numa TV:

O Ferreira Torres era tão mafioso que pagou a uma seita de bandalhos para num determinado jogo irem equipados à maneira do adversário e provocarem desacatos por forma a que o árbitro interrompesse o jogo por falta de segurança. O que aconteceu. A consequencia foi, a equipa da casa ser penalizada e o Marco subir de divisão devido à penalização. Claro que o Ferreira Torres tinha amigos nas estruturas responsáveis do xutábola corrupto.
Por falar em Ferreira Torres, este quando era presidente da Câmara quis colocar o nome de Jorge Nuno Pinto da Costa numa rua do Marco. A escolha estava entre esse ou Fernando Pessoa. A razão  incricel que invocou foi que ninguem conhecia Fernando Pessoa.

Propaganda andrade
INFORMAÇÃO:
Anda por aí 1 vídeo de 2 palhaços que apareceram ontem no final de uma reportagem da SIC a dar para baixo no Benfica à força toda!
Para os CRENTES, aqueles que vão atrás da propaganda azul e branca onde a SIC infelizmente tb hoje em dia faz parte, ficarem informados, um nosso colega que está a concluir o Curso em Coimbra informou-nos à pouco q conhece um deles e q nem sequer é do SL Benfica mas sim um andrade do fcp que estuda em Coimbra. IMAGINEM!

Alguém lhe deve ter pago umas jolas! Quem teria sido? Mas o triste é que conseguem ajudar a colocar muitos contra a equipa para desviar as verdadeiras razões pelas quais o SLB muito provavelmente vai perder mais um campeonato, ou seja o ROUBO de uma asquerosa Associação de Corruptos chamada Fóculpuerto!
(Colocam os carneiros contra!)

O Parapsicólogo
"Fica para o fim a minha história com Delane. Era ainda um jovem repórter que cobria a atualidade do FC Porto. Um dia, tive a informação de que o FC Porto estava a ser ajudado por um parapsicólogo. O meu colega Paulo Montes ajudou-me a confirmar a história e esta foi publicada.

No dia seguinte, o diretor do jornal chamou-nos pois o FC Porto exigia um desmentido. Não concordei mas o desmentido saiu e estive a um passo de ser despedido. Alguns anos depois, conheci pessoalmente Delane, visitei o seu santuário, confirmei a nossa história e fui almoçar com ele." - by Eugénio Queiros

Traficantes de Droga
Não sou adepto de nenhum clube!!! Para começar!
Falando do F.C.P, nasci e sempre vivi nesta cidade! O que por aqui vejo é inacreditável!
A claque dos super dragões liderada pelo Fernando Madureira é uma autêntica quadrilha organizada que até tem um advogado Nelson Sousa que faz parte da mesma! Claque esta, que tem negócios de tráfico de droga, mulheres, sim mulheres para trabalhar nas próprias casas de alterne deles! Roubam, ameaçam, matam, vende droga, traficam mulheres! Isto tudo é do conhecimento da PJ do Porto há muito tempo! E porquê a PJ do Porto não investiga isto tudo??? Muito simples, para não se investigarem a eles próprios!!! A própria policia aqui está controlada por estes mafiosos! Portanto vêm um líder da claque que sai sempre impune em qualquer tribunal e mais os seus capachos e o advogado Nelson Sousa, que é outro MAFIOSO DOS GRANDES, cujo o mesmo ajuda no tráfico de lenocínio de mulheres vindas do Brasil! Justiça??? Para quando!!! Andam todos de Porsche, à custa dos desgraçados da droga e das mulheres que para eles trabalham na base da escravidão!

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

(Siga a Rusga) A MÁFIA DA PALERMO PORTUGUESA (202)

A MÁFIA DA PALERMO PORTUGUESA
(202)

José Marinho denuncia a corruptagem
Esta primeira página tem um mérito. É reveladora para todos aqueles que conhecem o assalto que se anda a preparar por detrás da cortina.
Um assalto que envolve um clube, vários meios de comunicação social que lhe são afectos, alguns antigos árbitros a que esses meios dão guarida e mais alguns personagens de baixo relevo. Uma estratégia que tende a obrigar o presidente da Comissão de Arbitragem a tomar medidas. E que medidas são essas? Afastar árbitros que esse clube considera que não são influenciaveis pela sua habitual teia de controladores e principalmente levar Fontelas Gomes a corrigir a sua primeira decisão de não aceitar a curiosa insistencia de Pedro Proença de colocar antigos senhores do apito ao serviço do video-árbitro.

Apesar da insistência de Pedro Proença, a decisão da FPF é a de colocar árbitros de segunda categoria a regular a nova tecnologia. Mas a estratégia está montada e nem é preciso recorrer à pirataria informática para a denunciar. Basta falar com Fortunato Azevedo, um dos especialistas que o jornal O Jogo usa para chegar à curiosa conclusão de favorecimento do Benfica pelo grupo dos oito que, pelas ruas e cafés de Braga, há várias semanas assegura que estavam identificados os árbitros benfiquistas, que eles já tremiam e que a estratégia seria correr com todos eles e tomar de assalto a arbitragem.
De novo. Porque, a bem dizer, todo este esforço não corre no sentido de punir o Benfica com algo que não existe mas sim o de assaltar um poder que consideram, como sempre consideraram, decisivo para a recuperação da hegemonia do futebol português. E para isso acontecer, montaram uma estraegia que começa a estar à vista de todos. Usando um presidente da Liga, recorrendo a alianças com outros clubes, pirateando e-mails para criar um efeito de diversao e finalmente tomar de assalto a arbitragem, recorrendo a velhas amizades de antigos árbitros cirurgicamente colocados em meios de comunicação editorialmente controlados. No fundo ... é isto.
By José Marinho in facebook

Não pagam nem o Centro de Treinos nem o Estádio Jorge Sampaio.

É inacreditável que o FC Porto nunca tenha pago qualquer despesa pela utilização do Estádio Municipal Jorge Sampaio onde habitualmente joga a equipa B e treinam as equipas de formação. Para além dos poucos mais de 500 euros de renda mensal que o clube paga pelo centro estágio onde habitualmente treinam, só agora vão pagar uma renda mensal de 1.200 euros e assegurar a manutenção do relvado do Municipal Jorge Sampaio.
“O FC Porto nunca pagou nada, sempre foi a autarquia a custear tudo, mas agora o clube foi sensível às nossas preocupações e percebeu que era justo dar-nos uma comparticipação. O protocolo é agora mais justo. O FCP entendeu que era necessário dar um sinal de equidade”, disse o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.

Antes deste protocolo o FC Porto usufruía do espaço para a sua formação, fazia dinheiro com a bilhética e permitia que os patrocinadores colocassem painéis publicitários sem dar um único escudo/cêntimo à Câmara de Gaia. Por outras palavras, o FC Porto usufruía do espaço pago pelos contribuintes sem que até hoje ninguém reclamasse estas tais “borlas”.

Os Fascistas da “Rapaziada 1906”
“Um conhecido adepto do Sporting, que protagonizou uma cisão no interior da claque Juve Leo, tem vindo a divulgar moradas e números de telefone de árbitros, comentadores e figuras ligadas ao Benfica.
Nos videos, Miguel d`Almada, agora também conhecido por “Miguel do Mundo”, lê para as câmaras o seu chamado de denúncias, destacando pormenores que podem ser considerados do foro íntimo tais como, entre outros, os telefones e moradas de árbitros que vão operar o Vídeo-árbitro (VAR) como Luis Migueal Godinho ou Tiago Martins.

O antigo líder da claque Directivo XXI que se separou em ruptura com a Juve Leo, reside, ao que tudo indica no Brasil, e tem vindo a dinamizar várias plataformas electrónicas (FB, site e YouTube), com um movimento de apoio ao Sporting denominado “Rapaziada 1906”.
Fonte do clube leonino disse à Sábado que este antigo adepto está fora de Portugal, entre outras razões, por se ter envolvido na venda de CD´s do Sporting. Segundo a mesma fonte, a repartição dos lucros das vendas dos CD´s originaram uma contenda que o terá levado a sair do país.

Miguel d´Almada vende online cachecóis e t-shirts relacionadas com o Sporting e foi selecionado, segundo o próprio, para um casting de uma série norte-americana. Faixas e cachecóis do “Rapaziada 1906” já foram vistos em Alvalade – onde está a claque do Sporting, para a bancada norte, uma vez que terão sido agredidos.
O movimento “Rapaziada 1906” assume-se como um conjunto de sportinguistas que, “além do comum o ódio eterno aos lampiões”, têm “também mentalidade Ultra”. Referem existir “para engrandecer o nome do Sporting, chamar os bois pelos nomes e acima de tudo falar a verdade”.

Nuno aparece, sozinho, em frente ao écran para ler mensagens, poemas e denúncias de adeptos (a maioria anónimas) que visam unicamente dirigentes e apoiantes do clube da Luz. Só neste mês de Setembro, o ex-dirigente da claque do Sporting publicou uma série de vídeos onde refere a existência de “células” que “estão por todo o lado” e que já terão actuado, designadamente na vandalização de cartazes eleitorais.

A 4 de Setembro de 2017 o vídeo dava conta de alegada mudança de casa de um comentador benfiquista (José Marinho) mostrando em fotos o momento em que fazia a mundança de casa. Refere que “todos têm que pensar duas vezes antes de atacarem o Sporting e os sportinguistas”.
Avisava que “já sabemos para onde vais. Sabemos onde moram todos, mas não vos fazemos mal, até ao dia em que justifiquem, se atacarem a rapaziada”. No mesmo vídeo surgem denúncias sobre jogadores do Futsal do Sporting que alegadamente serão do Benfica e até um suposto roubo de dois vasos numa clínica em Lamego que terão sido levados para a casa do Benfica e pintados com as cores do clube.

Nputra reprodução a 11 de Setembro fala-se am adeptos do clube da Luz que estarão ligados às câmaras municipais, como um autarca no Seixal ou em cartazes vandalizados de um candidado à Câmara de Mértola. Neste último caso afirmava que não deveria ter sido o “Rapaziada 1906” porque “usaram tinta vermelha”.

Outra referência de Miguel d´Almada diz respeito a árbitros como Pedro Proença que viveria em Alcochete e frequentaria uma determinada pastelaria. Em Alcochete diz ainda que Lucilio Batista costuma estar no Alcochetense e deixa a ideia que os jogos têm apenas 4 polícias, “o que não deve ser difícil”.

No vídeo de 14 de Setembro refere que há 9 células do movimento e apresenta o que será a última com um cartaz onde se podia ler, “Os templários”. Segundo Miguel, as células existem para “descobrir infiltrados, chibos e não só”. No mesmo documento denuncia o que será um adepto do clube rival a tirar fotos em Alvalada com dirigentes, antes de publicar as fotos nas redes sociais para “gozar com o clube leonino”.

A 15 de Setembro num pequeno vídeo, antes do jogo com o Tondela, com substancialmente menos tempo que os habituais (têm cerca de uma hora), o adepto do Sporting fala apenas do VAR Tiago Martins, deixa o seu númreo de telefone e a morada para “se quiserem, irem tomar um café com ele”.

A 18 de Setembro, após a derrota do Benfica com o Boavista, mais “denúncias” que dão conta de mais um jogador de futsal que “sofre de uma doença que só o jazigo o pode salvar”. Na mensagem fala da Ghost Cell (mais uma célula que garante existir) que estará “sempre presente no estádio, para recrutamento, propaganda e apoio logístico às outras células que se queiram deslocar a Alvalade”.

Ainda relativamente à campanha autárquica, Miguel d´Almada insiste sempre para os sportinguistas não votarem em candidatos benfiquistas tal como Paulo Vistas em Oeiras. Garante que João Gabriel esteve num jantar de campanha onde teria ficado decidido constuir a “Cidade das modalidades do Benfica”. A mensagem tem ainda tempo para apontar que Vistas iria estar “na estação de comboio de Tercena para uma selfi ou um abraço”.
Entre outros desejos de morte e insultos, no vídeo pode ver-se a referência à atleta do Benfica Macarena Ramos que ficou retida num aeroporto.

No que parecer ser o úlitmo vídeo publicado, a 21 de Setembro, surge o contacto do árbitro Luis Miguel Godinhoa da Associação de Évora e a localidade da sua residência. Surge ainda mais uma “denúncia” de um benfiquista da academia do Sporting na China e as preferências clubísticas de todos os candidatos à Câmara de Almada que serão adeptos do clube da Luz com excepção do proposto pelo CDS. Miguel fala ainda da “Ghost Cell”, que teria sido responsável pelo ataque aos cartazes de André Ventura em Loures.

Estas e outras referências podem ver-se nos vídeos de Miguel d´ Almada que promete continuar a produzir material e “denunciar” benfiquistas e “linguas de trapo” dentro do Sporting.

Numa mensagem dirigida aos sportinguistas e fãs da página, Miguel refere que “se as coisas foram piores” não vão assumir responsabilidades. “Não vamos exibir cadáveres. As merdas vão-se fazendo. Se acontecerem, acontecem. Estamos em cima das coisas em todo o lado”, conclui. O adepto sportinguista marcou o próximo em directo para daqui a 3 dias”.
(Revista “Sábado”)

A Sporting TV
Que se passa na Sporting TV?
Está mais que visto que esta televisão só tem um único objectivo que é estar à disposição de Azevedo de Carvalho sempre que este quiser fazer exibições sobre os novos dentes que todos lhe pagamos, como a que fez neste semana. 
Mas mais grave que isso é o facto de que a maioria das pessoas que trabalham na TV do clube estão como estagiários e/ou a ganhar uma absoluta miséria que mal dá para as refeições e transportes. 
Mais ainda, há cerca de dois meses que se fala nos corredores da Sporting TV que a mesma corre o sério risco de fechar simplesmente porque as audiência são praticamente nulas e a publicidade paga não existe. 
Meia dúzia de tubarões que foram contratados por Azevedo consomem mais em massa salarial que todo o resto do pessoal e as pessoas não são parvas. 
Já agora, quantas são as pessoas que andam a trabalhar 14 e 15 horas por dia na TV do nosso clube e praticamente recebem para a sandes? 
Quantas são as amigas e amigos que lá estão somente pela cunha do casal e da nossa televisão só querem a promoção pessoal? 
É este o tal rigor que Azevedo de Carvalho tanto apregoa ou será mais uma insolvência escondida com o rabo de fora?

O Traques, Filho de um PIDE
Franciso J Marques insinuou que o Benfica trafica droga. O insolvente pensa que o Benfica faz o mesmo tipo de negócio que o FCP.

“Informação avançada pelo Aristegui Notícias do Méxiao. O Grupo Comercializados Conclave, alegadamente com ligações ao Cartel de Juarez, participou nas transferências de Jackson Lari+tinez, Hetor Quinones do Deportivo Cali e Diego Reyes para o FCP.
De acordo com o Aristegui Nptícias, o Grupo comercializador era representado por Rodolfo Córdoba, alegadamente o operador financeiro da Família Carrillo Fontes que, de acordo com a notícia avançada pelosmexicanos, controla o Cartle de Juarez.
O diário AS cita um portal mexicano que revela que os negócios entre o FCP e uma empresa ligada ao Cartel de Kuarez,

Estas transacçoes sao investigadas, especialmente a de Martinez, pois também se sabe que nela participou o agente mexicano Guillermo Lara que está ligado a operações do nardotráfico do Cartel de Juarez, indicou a publicação

“Lara hizo un negocio multimillonario con el traspaso de Jackson, pues el jugador le costó 100 mil dólares y la venta del jugador de
Jaguares de Chiapas al Porto se negoció en 9,6 millones”.
En 2012, por Jackson también se pagaron adiciones de 750 mil dólares: “Gastos relacionados con los derechos económicos de la adquisición, incluyendo los cargos de servicios de intermediación (como los que hizo Cónclave), servicios legales, primas de firma de contratos, bonos de lealtad, la transferencia de derechos de imagen, etcétera”, se ve en un resumen de la transacción del delantero publicada por Aristegui.

Lagartos Falidos. E novidades?

A Sporting SGPS tem pendente na Conservatória do Registo Comercial um procedimento administrativo de dissolução por não apresentar contas há mais de cinco anos. 

Em declarações ao Correio Sport, fonte oficial do clube de Alvalade confirma o processo e atribui as culpas à administração de Godinho Lopes (anterior presidente), que não apresentou as contas da sociedade desde 2011.

A mesma fonte garante que "a situação está a ser desbloqueada e resolvida pela atual administração" e que foram recentemente entregues as contas dos exercícios de 2011 e 2012. O clube espera conseguir entregar as contas de 2013, 2014 e 2015, que estão em fase final de auditoria, ainda durante o mês de janeiro, e parar o processo de dissolução da Sporting SGPS.

De acordo com as contas de 2011 e 2012, a que o Correio Sport teve acesso, a Sporting SGPS incorporou prejuízos de outras sociedades em que participava. Os prejuízos foram de 27,9 milhões de euros em 2012 e de 29,4 milhões em 2012. De acordo com o clube leonino, "em 2011 e 2012 os prejuízos incorporados dizem essencialmente respeito ao reflexo dos resultados negativos da Sporting SAD e da Sporting Património e Marketing, antes de ser fusionada na Sporting SAD".
Sobre o facto de a Sporting SGPS ter apresentado um passivo que ultrapassava os 180,7 milhões de euros, fonte oficial explica que o passivo baixou cerca de 51 milhões de euros e que a 30 de junho de 2016 estava nos 129,7 milhões. A mesma fonte garante ainda que os ativos da Sporting SGPS, que eram de 157 mil euros em finais de 2012, atualmente são superiores a 500 mil euros.

"Leões pagam 820 mil por ano a Baltazar"
O Sporting está a pagar 820 mil euros por ano, até 30 de junho de 2018, à empresa Nova Expressão, de Pedro Baltazar, por conta de uma dívida de 6 milhões de euros ao ex-administrador não executivo da SAD. O plano de pagamentos faz parte do acordo celebrado em 2013 com Baltazar para pôr fim a uma penhora que este colocou depois de a SAD leonina ter vendido o passe do defesa Daniel Carriço ao Reading (Inglaterra), que era a garantia de uma dívida de cinco milhões.
Segundo fonte oficial, a dívida em causa "refere-se a uma aquisição forçada de cerca de 2,5 milhões de ações da Sporting SAD (12% do capital) pela Sporting SGPS à Nova Expressão e que totalizava cerca de cinco milhões de euros a vencer em cinco prestações anuais entre 2010 e 2014".
 
Como não foi cumprido e o contrato de compra e venda das ações previa o vencimento antecipado de todas as prestações em caso de incumprimento, a atual direção conseguiu um acordo de pagamento da dívida mais juros: 6 milhões de euros. Saldou uma parte em 2013 e ficou de pagar anualmente 820 mil euros até 2018. "Esta situação foi mais uma das herdadas de direções anteriores", explicou a mesma fonte.

Aqui fica um excerto retirado do livro “One Night At The Palace – A referee´s story”, do ex-árbitro Alan Wilkie: “Nos jogos europeus éramos realmente bem tratados. (Em 1988, antes do FC Porto – PSV Eindhoven), Fomos recebidos no aeroporto do Porto por um ex-árbitro FIFA (António Garrido), que nos acompanharia ao longo de três dias. Passámos pelo hotel e fomos para o centro do Porto para comer e tomar uma bebida em dois estabelecimentos que pertenciam ao clube (a Taberna do Infante). Os nossos cicerones insistiam em colocar outro tipo de “hospitalidade” no menu, mas nós declinámos de forma cortês”.

Pinto da Costa. Trinta anos de fintas à Justiça

São trinta anos de histórias com Pinto da Costa à frente do FC Porto. A lista de acusações é muito variada, mas até hoje nunca foi condenado. É obra.
Está a contas com a justiça por ter ido recrutar os seus guarda-costas a uma empresa de vigilância. Antes, e numa lista que já vai extensa em “casos”, foram as acusações de corrupção, as suspeitas de ter mandado agredir responsáveis políticos e ex-jogadores do seu clube e outros tantos processos que redundaram sempre no mesmo– absolvições.

Uma e outra, por vezes já no limite. Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa, 78 anos (feitos há uma semana), presidente do FêQuêPê há mais de três décadas. O líder incontestado. Dono e senhor do trono. “Nunca fui condenado por um juiz”, lembrava há poucos anos.
O Apito Dourado foi “o” processo contra Pinto da Costa. O presidente do FC Porto era suspeito de ter comprado árbitros. Os pagamentos seriam feitos com entregas de dinheiro e, em alguns casos, recorrendo a serviços de prostituição. Os jogos remontam à época de 2003/2004, num tempo em que no banco do FC Porto se sentava um senhor chamado José Mourinho. Oito anos e um livro depois, Pinto da Costa acabou absolvido por falta de provas contra si.
Fruta que não vem em cestos Passados todos estes anos, as escutas feitas pela Polícia Judiciária ao presidente do FCP continuam disponíveis na internet – há vários vídeos no Youtube – para quem quiser ouvi-las.

Momentos antes do jogo entre o Porto e o Estrela da Amadora, o empresário de futebol António Araújo liga a Pinto da Costa: “Ligaram para mim a pedir-me fruta para logo à noite. Posso levar fruta à vontade?”, pergunta o empresário.

A fruta, na verdade, seriam prostitutas. Uma alegada oferta do clube ao árbitro Jacinto Paixão detetada numas escutas que nunca chegaram a produzir efeitos porque terão sigo obtidas de forma ilegal.
O caso do envelope Da Amadora para Aveiro. O Beira-Mar era o adversário do Porto em Abril de 2004 num jogo que deu lugar a outro “apêndice” do mega “Apito Dourado”.

Pinto da Costa e António Araújo, arguidos – juntamente com o árbitro Augusto Duarte –, eram acusados de corrupção ativa desportiva por terem pago ao responsável da partida.
Um dia antes do jogo – que o Porto venceu por 2-0 –, Augusto Duarte vai a casa de Pinto da Costa. É Carolina Salgado quem conta em tribunal que, nesse encontro, terá sido entregue um envelope a Duarte. No interior, 2500 euros em dinheiro.
O encontro, diria mais tarde a juíza Catarina Almeida, foi considerado “suspeito” e “imprudente”, mas as “contradições” da ex-companheira de Pinto da Costa esvaziaram o seu depoimento de credibilidade. O presidente do FC Porto acabou absolvido em Abril de 2009.

O meu apito dourado O processo Apito Dourado foi de tal forma relevante para Pinto da Costa que, há alguns anos, o dirigente portista deixou uma garantia. Quando deixar a presidência do clube vai escrever um livro sobre o assunto. E já tem título: “O meu apito dourado”.

Carolina Salgado - A dor de cabeça chega depois
Durante alguns anos, Carolina Salgado foi a fiel e inseparável companheira de Pinto da Costa. Mas com o fim da relação vieram uma série de dores de cabeça para o presidente do FC Porto.
Em 2007, Carolina Salgado acusou o dirigente portista de ter mandado espancar e coagir uma das testemunhas – Paulo Lemos – chamadas para depor contra a sua ex-companheira. Lemos foi uma peça-chave para que o DIAP do Porto acusasse Carolina de tentativas de agressão ao médico Fernando Póvoas e de ter mandado incendiar os escritórios de Pinto da Costa e do advogado Lourenço Pinto.

Houve ainda o “Eu, Carolina”. Em 2006, o livro que editou, e em que conta muitas das vivências com o dirigente portista, Carolina levou a que o então Procurador-geral da República Pinto Monteiro criasse uma equipa especial para o “Apito Dourado”, sob direção de Maria José Morgado.

Nessa sequência, em 2010 Carolina Salgado acabou condenada a 300 horas de trabalho comunitário por “difamação”. A mulher imputava a Pinto da Costa a autoria moral das agressões de que o vereador do PS em Gondomar Ricardo Bexiga fora alvo.
As agressões - Os mensageiros chamados Super Dragões
É outro dos casos que andou muito perto de Pinto da Costa, sem consequências para o próprio. Em 2009, elementos dos Super Dragões, a claque do clube, foram acusados de espancar Adriano, causando-lhe um traumatismo craniano. O jogador tinha contrato com o clube até 2010 e a intenção seria intimidá-lo a abandonar o clube. O próprio Adriano falava de um episódio semelhante, em que a vítima tinha sido Paulo Assunção. Costinha, Co Adriaanse e Luís Fabiano foram outros futebolistas a reportar casos de violência de que foram vítimas. O dedo foi sempre apontado à claque, nunca ao presidente do clube.

Bruno Pidá - A aparição de 2004
Há oito anos, Bruno Pidá, apontado como o líder do gangue da Ribeira, no Porto, foi condenado a 23 anos de prisão pela morte do segurança Ilídio Correia. Poucos o conheceriam até esse momento. Também poucos o reconheceriam de breves imagens de 2004, quando o jovem integrava um grupo de elementos dos Super Dragões que protegiam Pinto da Costa na chegada ao tribunal de Gondomar.
Guarda Abel - O agente da PSP e guardião do FCP
Abel Gomes era um agente da PSP que costumava estar de serviço no antigo Estádio das Antes. No início da década de 1991, depois de uma partida com o clube do norte, responsáveis do SL Benfica acusaram-no de ser o autor de agressões à comitiva benfiquista e ameaças de morte ao então presidente João_Santos. Suspeitava-se de que o guarda Abel teria agido a mando de Pinto da Costa. O caso foi entregue ao ministro da Educação (com a tutela do desporto), mas não teve consequências.

Afonso de Melo - Estrasburgo nega condenação
Um caso em que Pinto da Costa é o queixoso. A decisão do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem chegou em 2014: o presidente do FC Porto perdia um processo contra o jornalista que acusava de difamação. Em causa, uma passagem do livro “A Pátria Somos Nós”, em que escrevia: “Não importa que o presidente [Pinto da Costa] fosse suspeito em casos de corrupção e tráfico de influências: quando vivemos momentos de desertificação intelectual, qualquer asneira propagada aos quatro ventos parece uma ideia brilhante”.


FONTE DA NOTÍCIA: IONLINE